terça-feira, janeiro 16, 2018

TODAS AS HORAS DO FIM

Filme sobre Torquato Neto em POA. Ao lado do jornalista gaúcho Vanderlei Cunha que nos revelou a voz de Torquato. Cine Iberê louvando quem bem merece. Belo equilíbrio entre canções, depoimentos e imagens, destaque para as cenas em que as canções como Todo dia é dia D (com Gil) e Três da Madrugada (com Galpodem fazer chorar. Em breve nas telas de POA, segundo o diretor Eduardo Ades.





sábado, janeiro 06, 2018

ENCONTROS AUTOR PRESENTE

Autógrafos durante um encontro com alunos do Ensino Fundamental dentro do projeto Autor Presente. Foram dois encontros em diferentes locais onde os alunos ouviram poemas, reflexões sobre a escrita e a dinâmica do efeito poético na linguagem. Também viram exemplos de poemas em cartaz e na camiseta, da produção de Diego Petrarca, exibidos durante as conversas.





terça-feira, novembro 07, 2017

OFICINA NA FEIRA

Hoje, as 17:00. Oficina na Feira do Livro sobre poemas tropicalistas ministrada por Diego Petrarca. Audição, criação e apreciação. 


domingo, novembro 05, 2017

4 ESTREIAS

Os autores Paulo Rodrigo OharMaria Elizabeth Knopf e Gerson Nagel apresentam seus livros de estreia e fazem leituras dos seus textos. Dia 04 de novembro, na Aldeia, um espaço cultural de qualidade, diversificado e super receptivo à literatura. Uma honra celebrar esses trabalhos e mediar essas vozes literárias.Mediação de Diego Petrarca.







sábado, outubro 21, 2017

LEITURA SOBRE TORQUATO NETO

Poemas e textos do poeta Torquato Neto nas vozes dos poetas Diego Petrarca, Diego Grando e do artista visual Diego Dourado na última sexta feira, dia 20 de outubro na Aldeia. Também no repertório a canja de Lu Barros acompanhada do violão de César Moraes. Louvando quem bem merece, 45 anos da partida do poeta tropicalista e 50 anos da Tropicália








terça-feira, outubro 17, 2017

PLACAS DA BAIXA




NO MAR NÃO TEM PORTO SEGURO

Livro de estreia da autora Bernadete Saidelles, prefaciado por Diego Petrarca a ser lançado brevemente  e também na Feira do Livro, dia 17/11 . No Mar Não tem Porto Seguro.



domingo, outubro 08, 2017

TODAS AS HORAS DO FIM


Trailer do documentário sobre  o poeta Torquato Neto que logo estará nas telas do Brasil. 
Direção e roteiro de Eduardo Ades e Marcus Fernando. Todas as Horas do Fim.


sexta-feira, outubro 06, 2017

GARGALHADAS

Prometo Não Invejar as Gargalhadas, poemas de Gerson Nagel, será lançado dia 19/10 no bar CARMELITA e dia 17/11 na Feira do Livro de Porto Alegre, com direito a livres leituras performáticas. Prefácio de Diego Petrarca.


segunda-feira, outubro 02, 2017

TRÊS PÁLPEBRAS

Bela interpretação de Cristina Macedo do poemeu "três pálpebras", do livro "Tudo Figura" no programa Tons&Letras, produzido por Luis Dill, que foi ao ar nesse último sábado na rádio FM Cultura. Confira:



sábado, setembro 16, 2017

POESIA POIS É

Matéria sobre poesia no link abaixo que destaca poetas contemporâneos e menciona a produção dos Haicais Carimbados, serie de poemas visuais criada por Diego Petrarca. Segue o link:

http://jornaldopovo.com.br/site/blogs/485/258121/Para_gostar_de_ler_Poesia_contemporanea.html








quarta-feira, agosto 30, 2017

LETRA E MÚSICA NA ABL



O poeta e filósofo carioca Antônio Cícero foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras no dia 10 de agosto de 2017.  Cícero escreveu livros de filosofia (ensaios, crítica) e poesia, os eixos centrais da sua atividade intelectual e artística. É, sobretudo, um poeta. No entanto, antes mesmo de publicar seu primeiro livro de poesia, Antonio Cícero afirmou-se como poeta através das suas letras de música ao lado da sua irmã Marina Lima a partir dos anos 70.

De lá pra cá a parceria rendeu inúmeras canções que emplacaram sucessos como Fullgás, Charme do Mundo, Pra Começar. A canção O último romântico (com Lulu Santos), obteve grande repercussão, além de canções gravadas por Caetano Veloso e Maria Bethânia.
Nos anos 90, a poesia de Antônio Cícero virou canção pelos acordes de Adriana Calcanhotto e João Bosco. Em 1996 publica o volume Guardar, que reunia em seu repertório poemas inéditos e letras desamparadas da música.

Para Cícero é clara a diferença entre um poema cantado e uma poesia escrita, enquanto a letra da canção é heterotélica, isto é, não possui fim em si própria,  pois está condicionada a força e adequação da canção, o poema do livro é autotélico: vale por si e exige do poeta toda sua concentração, repertório, experiência e imaginação.

Esse fato é novidade na ABL, tendo este imortal veiculado boa parte da sua produção poética em outro território artístico paralelamente a publicação de livros. Será o eco do Nobel de literatura Dylan Zimmermann? É interessante reconhecer que desse modo a poesia firma sua base através da oralidade e na música (desde sua origem) do que  apenas no modelo livresco que normalmente consagra  e autoriza o poeta a ser poeta.

Cícero assim dimensionou sua poesia para fora da zona da página. Outros poetas do Brasil também desenvolveram  parte da sua produção poética na MPB e aproximaram disco e livro pra veiculação do discurso poético. É animador que essa prática seja reconhecida pelos órgãos renomados da cultura literária, ressaltando que a criação poética pode ser cultuada por outros parâmetros renovando o gosto de sua apreciação.


segunda-feira, agosto 07, 2017

BOCA SEM BEIJO

O poema Boca sem beijo, do livro Tudo Figura, foi lido pela escritora Cristina Macedo no programa Tons & Letras da FM Cultura, apresentado por Luis Dill.

goo.gl/XNvJxw
Copy short URL



sábado, julho 29, 2017

PREFÁCIO

Novo livro do escritor Lucas Bonez, Antes da última queda, lançado recentemente e prefaciado por Diego Petrarca, segue o trecho do texto dessa apresentação na contracapa. Poesia com frescor de nova lira romântica em pleno século 21.  



sexta-feira, julho 28, 2017

POESIA NA ESCOLA

A poeta e compositora Delma Gonçalves na Escola Irmão Miguel Dario durante a semana de palestras sobre a Cultura Negra no RS. Atividade organizada pelos professores Diego Petrarca e Rafael Saraiva. Um pouco da sua trajetória poética em livro e canção compartilhado num bate papo e leitura de seus poemas com os alunos.


domingo, junho 25, 2017

POSSE POÉTICA

Posse de Beatriz Balzan Barbisan na Academia Literária Castro Alves, Diego Petrarca foi seu padrinho na cerimônia, a escritora lançou seu livro Fios Entrelaçados em 2016, prefaciado por Diego Petrarca que também ministrou oficinas literárias onde Beatriz frequentou e de algum modo desencadeou toda sua força poética há tempo já reconhecida.








terça-feira, junho 06, 2017

50 ANOS

Junho de 1967 era lançado o disco histórico que mudou os rumos da música mundial. A ideia do disco-conceito. Disco obra de arte. Transgressão e invenção e letras experimentais. Ecoou aqui via Tropicália. Uma obra prima

Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band cinquentenário.



MEMÓRIA DA LUA

O poema Memória da lua, do livro Tudo Figura, foi lido pela escritora Cristina Macedo no programa Tons & Letras da FM Cultura, apresentado por Luis Dill.

https://is.gd/fUp0ur


terça-feira, abril 18, 2017

POEMA RESENHA

O poema Resenha, do livro Tudo Figura, foi lindamente lido pela escritora Cristina Macedo no programa Tons & Letras da FM Cultura. Apresentado por Luis Dill.

https://is.gd/T5qiAV